ZUMBIS EXISTENCIAIS

A educação no Brasil e no mundo tem sido uma lástima. A cultura dogmática está desmoronando e tem sido substituída pela cultura do prazer exacerbado que leva ao vazio pela falta de preparo e por se deixar de buscar o significado da vida. A primeira ciência para as crianças tem de ser a natureza que contém, em suas leis lógicas e coerentes, a perfeição da Vontade Criadora de Deus.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou em matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, que parcela dos jovens brasileiros se tornou “zumbi existencial” que não acredita mais em Deus.

A notícia revelou que em evento de lançamento de políticas contra a mutilação e o suicídio, o ministro, que também é pastor presbiteriano, avaliou que o mundo vive um momento de “desconstrução de tudo”, o que deixa o público jovem sem referência ou motivação. “Nós temos hoje no Brasil, motivados creio eu, meu diagnóstico, por essa quebra de absolutos e de certezas, verdadeiros zumbis existenciais. Não acreditam mais em nada, desde Deus a política. Eles não têm nenhuma motivação”, disse o Ministro da Educação.

Ribeiro afirmou ainda que a juventude tem vivido um “vazio existencial”, o que, na opinião dele, estimula adolescentes a viverem sem propósito e a tirarem “a própria vida”.

“Nós vivemos em um tempo de desconstrução de tudo. De tudo o que é valor, de tudo o que é absoluto. De todas as certezas da vida”, disse. “Não há mais uma juventude que acredite nas coisas como Deus, religião, política e família. Eles perdem totalmente o referencial”, ressaltou. Segundo ele, “a grande moda dos sociólogos e filósofos é desconstruir valores e ideias e não colocar nada no lugar, deixando um vazio”.

Leia a matéria na íntegra em:
https://www1.folha.uol.com.br/educacao/2020/09/sem-fe-jovens-do-brasil-sao-zumbis-existenciais-diz-ministro-da-educacao.shtml

1 responder
  1. Ivan Mario Braun
    Ivan Mario Braun says:

    A Igreja se desconstruiu com a Inquisição, a catequização forçada, a indiferença perante o sofrimento dos povos não cristãos (ou cristãos de outras vertentes). O capitalismo se desconstruiu pela pobreza. O comunismo se desconstruiu pelas perseguições aos opositores, pelas ditaduras, pela nomenklatura privilegiada. O sionismo se desconstruiu pela opressão dos palestinos. A “América” livre e democrática se desconstruiu nas bombas de napalm e My Lai.

    Não foram os filósofos que desconstruíram nada. Foram as sociedades e suas instituições que faliram.

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *